LEMA

LEMA DE OUTUBRO

" Onde o Espírito do Senhor está presente, aí existe liberdade." (2 Coríntios 3.17)

terça-feira, 24 de maio de 2011

Culto para Casais com Santa Ceia






Programação Especial para Casais com Santa Ceia na Igreja Martin Luther - Paróquia Itoupava Seca

Dia 27 de maio - sexta-feira - 19h30




Caro Paroquiano!

Mantenha seu cadastro atualizado!

Faça-o pesoalmente na secretaria, ou: pelo telefone 3323-3050, ou pelo email cebiseca@terra.com.br

quinta-feira, 12 de maio de 2011

CULTO DE TOMÉ

Foto: Igreja Martin Luther

O Culto de Tomé oferece: tempo para ouvir seu íntimo, tempo para o silêncio, para a saudade, para dúvidas, incertezas e perguntas. Somos convidados a tomar tempo, participando dos momentos de orações, conforme abaixo:

     Estação das Intercessões - neste local, através da escrita, formulamos nossas orações pessoais ou gerais. Cada um dirige-se à mesa, e escreve a sua oração. As orações não serão lidas, mas, sim, levadas a Deus, na oração final. Após o culto, elas serão incineradas.
     Estação da Oração pelo Mundo – neste local, oramos pelo mundo em geral. Intercedemos pela paz no mundo, pela natureza, pela educação... Ao orar, acendemos uma vela.
     Estação das orações individuais – cada qual é convidado a dirigir-se a este altar, pegar uma pedra e depositar a pedra sobre o altar principal, em simbologia às nossas dificuldades, ao que nos faz tropeçar, ao que nos impede a passagem ou até nos fecha o caminho. Pedimos que Deus nos ajude a superar as pedras de nosso caminho.
     Silêncio meditativo – temos a possibilidade de nos dirigir a um dos altares ou, se preferirmos, ficar em nosso lugar, em silêncio, meditando, orando, como quisermos. É imprescindível mantermos o silêncio.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Dá vontade de ser mãe!


Quando vejo uma criança,
saída do ventre materno,
cercada de tanta esperança,
divisando o mundo externo
com o dom da visão,
então penso, com emoção:
dá vontade de ser mãe!

Quando vejo uma criança
captando vozes e sons
com o dom da audição,
que a guiam em segurança
com orientação e conselho bons,
então me diz meu coração:
dá vontade de ser mãe!

Quando vejo uma criança
com o dom do paladar
da natureza os sabores
registrando em sua lembrança,
dia a dia, sem parar,
então, apesar dos dissabores:
dá vontade de ser mãe!

Quando vejo uma criança,
com o dom do olfato,
inalando odor, fragrância,
compondo eterna aliança
com o que existe de fato,
então logo sobrevém a ânsia:
dá vontade de ser mãe!

Quando vejo uma criança
Em normal, constante mudança,
Com o dom do tato
Com tudo em contato,
Que saiu do ventre materno,
Então meu sentido externo:
Dá vontade de ser mãe!

Quando vejo uma criança
com seus sentidos – ó, perfeição! –
somados ao incrível dom da razão,
formada na mulher, em confiança,
arrisco ouvir, com tremor e temor,
da boca do Pai, o Criador:
dá vontade de ser mãe!


Texto: Pastor Hugo Solano Westphal





Foto: Banco de Imagens